//
“Aquele que teme o Senhor não será surpreendido por nenhuma desgraça.” (Eclo. 33.1)

“Aquele que teme o Senhor não será surpreendido por nenhuma desgraça.” (Eclo. 33.1)

Precisamos entender que somos filhos de Deus, nossa morada eterna é junto de Deus, na casa do Pai. Se vivemos em Cristo com Ele morreremos.
Portanto, busquemos seguir aquilo que o mestre ensinou para que encontremos, ainda aqui na terra, a verdadeira felicidade. A felicidade que nos traz paz e vida em abundância, não uma vida qualquer.

Como nos exorta o documento que Pontifícia Academia para a Vida publicou em 22 de julho “Humana communitas na era da pandemia” da COVID-19, que descreveu “reflexões intempestivas sobre o renascimento da vida”.

Nesse sentido, o documento indica que existem “duas tentações opostas: por um lado, a resignação que sofre passivamente os acontecimentos; por outro, a nostalgia de um retorno ao passado, apenas ansiando pelo que havia antes”.

“É hora de idealizar e implementar um projeto de coexistência humana que permita um futuro melhor para todos”.

Louvado seja nosso Deus.

Nossa Senhora da Anunciação, rogai por nós.

By | 2020-07-27T18:25:42-03:00 julho 22nd, 2020|Categoria: Vera Moreira, FK|0 Comentários

Deixar Um Comentário